TOP BLOG

TOP BLOG
Espiritismo Redivivo

quinta-feira, 14 de maio de 2009

FORÇA ESTRANHA OU FÉ

FORÇA ESTRANHA OU FÉ

Na vida hominal muitos casos especiais já aconteceram, uns estudados outros não. Os que ainda não foram estudados, mas os que chamam a atenção merecem ser. A “freak of the week” desta semana é Jodi, uma adolescente que não suporta mais as brincadeiras de mau gosto que fazem com ela por estar acima do peso. Ela decide experimentar, mesmo que sem saber, a “dieta do meteorito”: os produtos que ela usa em seu shake foram contaminados por pedras de meteoro que estão espalhadas na estufa de sua casa. O resultado é ótimo: mais de 10 kg em poucos minutos. Mas, como na vida real, isso tem um preço: ela passa a ser uma devoradora de gordura – especialmente gordura animal. Por isso, ela devora um veado que havia atropelado e suga toda a gordura de um colegial engraçadinho que queria, com o perdão do trocadilho, tirar uma lasquinha dela. Esquisito esta história! Na realidade estas nuanças são inserções de um filme anotamos e resolvemos ilustrar a nossa matéria. Lex está passando por seu check-up médico.

Ele descobre que sua contagem de glóbulos brancos é altíssima. Como a última vez em que ele se viu doente foi antes da chuva de meteoros, ele começa a se perguntar se ele também pode ter sido afetado. Por isso, vai até o “Torch”, jornal dirigido por Chloe, onde ele finalmente conhece nossa repórter abelhuda e seu “Wall of Weird” (ou “Parede das Esquisitices). Lá estão registrados os casos mais estranhos acontecidos em Smallville desde a chuva de meteoros. Chloe sugere que Lex procure o Dr. Hamilton, famoso mineralogista que se especializou nos meteoritos de Smallville. Dr. Hamilton é interpretado por Joe Morton, famoso por suas participações em dezenas de seriados e filmes, como “O Exterminador do Futuro 2”. Neste episódio, ele interpreta um personagem um tanto esquisito e recluso, mas que acaba caindo na tentação de trabalhar para Lex, pesquisando sobre os meteoros.

A festa de aniversário de Lana está sendo preparada na mansão de Lex. Como Whitney tem um teste de futebol, mais uma vez Clark aproveita-se da ausência do namorado oficial para ocupar sua posição, acompanhando Lana. E, mais uma vez, não comparece, porque está muito ocupando salvando Pete de ser devorado por Jodi. No final, ele consegue ainda ganhar alguns pontos com Lana, dando a ela um presente bastante original: uma noite num drive-in improvisado, onde ambos assistem a um desenho do Pernalonga, relembrando uma noite parecida que Lana teve com seus pais. Bastante tocante. Ponto para o Clark! Não foi dos melhores episódios, mas serviu como apresentação para o Dr. Hamilton, que terá um papel importante nesta primeira temporada. Por acaso nas nossas pesquisas na Rede Mundial de Computadores encontramos um site muito interessante em que anotamos estes acontecimentos. Interessou-nos bastante e fomos até o fim da história.
“Lex está passando por seu check-up médico. Ele descobre que sua contagem de glóbulos brancos é altíssima. Como a última vez em que ele se viu doente foi antes da chuva de meteoros, ele começa a se perguntar se ele também pode ter sido afetado. Por isso, vai até o “Torch”, jornal dirigido por Chloe, onde ele finalmente conhece nossa repórter abelhuda e seu “Wall of Weird” (ou “Parede das Esquisitices). Lá estão registrados os casos mais estranhos acontecidos em Smallville desde a chuva de meteoros. Chloe sugere que Lex procure o Dr. Hamilton, famoso mineralogista que se especializou nos meteoritos de Smallville. Dr. Hamilton é interpretado por Joe Morton, famoso por suas participações em dezenas de seriados e filmes, como “O Exterminador do Futuro 2”.

Neste episódio, ele interpreta um personagem um tanto esquisito e recluso, mas que acaba caindo na tentação de trabalhar para Lex, pesquisando sobre os meteoros. A festa de aniversário de Lana está sendo preparada na mansão de Lex. Como Whitney tem um teste de futebol, mais uma vez Clark aproveita-se da ausência do namorado oficial para ocupar sua posição, acompanhando Lana. E, mais uma vez, não comparece, porque está muito ocupando salvando Pete de ser devorado por Jodi. No final, ele consegue ainda ganhar alguns pontos com Lana, dando a ela um presente bastante original: uma noite num drive-in improvisado, onde ambos assistem a um desenho do Pernalonga, relembrando uma noite parecida que Lana teve com seus pais. Bastante tocante. Ponto para o Clark! Não foi dos melhores episódios, mas serviu como apresentação para o Dr. Hamilton, que terá um papel importante nesta primeira temporada.

Esta sinopse é o espelho do filme que nos interessou bastante e aqui está a fonte para que os interessados possam aquilatar melhor o desenrolar do filme. http://www.tdseries.com.br/2009/01/smallville-episdio-0107-craving.html/ é este o endereço eletrônico de onde retiramos esta sinopse. Queríamos também colocar a disposição dos curiosos uma seita fundamentalista que se estabeleceu na região Sul dos Estados Unidos da América do Norte (EUA). É notório que muitos fatos que nos chamaram atenção através dos tempos aconteceram em território americano. Esta seita da qual estamos a falar é a Free Pentacostal Holiness Church (Pentacostal Santidade Igreja grátis) o contrário da Universal onde você paga tudo. Nesta seita os membros acreditam piamente e ao pé da letra no conteúdo bíblico. Os pentacostais americanos afirmam que os crentes possuem o poder de desafiar veneno de todo tipo, fogo e serpentes.

Na religião os cultos são agitados e um verdadeiro frenesi toma conta do templo. Só achamos estranhos que eles seguem a Bíblia ao pé da letra, mas Jesus jamais aceitou tais ações ritualísticas. Os participantes dos cultos seguram cascavéis, ingerem veneno, passam fogo no corpo pisam e seguram brasa sem se queimarem. É estranho. O fogo não causa queimaduras nem desconforto, mas quem foi testar a veracidade queimou as mãos. A seita foi estudada por um médico psiquiatra de nome Berthold Schwarz em Nova Jersey pelos idos de 1959. Os paroquianos seguravam lampiões pelas mãos e pelos pés e não se queimavam. Estranho. O médico depois do estudo afirmou que os participantes dos cultos entram numa espécie de transe, no entanto a dúvida persiste e a ciência foi incapaz de desvendar o mistério. Se quiserem mais detalhes sobre a seita procurem ler o livro de Charles Berlitz (O Livro dos fenômenos estranhos). É muito bom e aconselho para quem gosta de fenômenos, mas não tem nada a ver com o Ronaldo do Corinthians.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E DA ALOMERCE

Nenhum comentário:

Antonio Paiva Rodrigues

Minha foto
Fortaleza, Ceará, Brazil
Este blog tem por finalidade divulgar o jornalismo pelo Brasil e no mundo. Bem como assuntos doutrinários e espirituais.