TOP BLOG

TOP BLOG
Espiritismo Redivivo

terça-feira, 14 de outubro de 2008

ECTOPLASMIA

ECTOPLASMIA

Diversas pessoas que se intitulam como conhecedores do corpo humano, e de sua estrutura funcional, já tiveram conhecimento da sinonímia da palavra ectoplasma? Alguns dicionários dizem ser na área da biologia a parte periférica do citoplasma. Os adeptos da parapsicologia entendem como sendo uma substância supostamente visível que emana do corpo de certos médiuns. A ectoplasmia está presente na formação de objetos diversos, os quais, as mais das vezes, parecem sair do corpo humano e tomam a aparência de uma realidade material. Os elementos químicos que formam os corpos brutos e os seres vivos são os mesmos. Os seres orgânicos, esses elementos adquirem propriedades específicas, que lhes são conferidas pela maneira como se combinam e se organizam para gestação da vida. Os Espíritos são seres inteligentes que habitam o universo. Os Espíritos encarnados estão habitando todo planeta e estão revestidos de uma matéria grosseira que denominamos carnal. Os desencarnados já passaram pelo orbe terrestre cumpriram sua missão e estão despojados da carne.

Ectoplasma é o nome que se dá ao fluido, de natureza psicossomática, oriundo dos médiuns de materialização, e do qual se servem os Espíritos para tornarem-se visíveis e tangíveis aos olhos e ao tato humanos. Na realidade os corpos orgânicos são dotados de fluido vital, o qual se desenvolve em virtude de sua organização íntima, possibilitando a exteriorização deste, latente na matéria, enquanto tais condições de ordenação molecular não se estabelecem em definições precisas. É por esta razão, que o homem mesmo sabendo a composição química dos seres vivos mais simples, não consegue através da união dos elementos formadores - fabricá-los em laboratório. Jesus Cristo no domingo da Ressurreição usou esta substância da pessoa(s) que estava mais próximo do espírito dele e se materializou. Começando na forma intangível para depois passar para a forma tangível. O ectoplasma é, em sua essência, um prolongamento fisiológico do médium. É a substância íntima, viva, componente do ser humano, extremamente sensível, úmida, coleante, viscosa, levemente acinzentada, mas atualmente sabemos que a alvura dessa matéria é instável, dependendo quase sempre da condição evolutiva da entidade, em linguagem moderna, é o plasma biológico que compõe o ser humano. O perispírito é o laço ou perispírito, que prende ao corpo o espírito, é uma espécie de envoltório semimaterial. A morte é a destruição do invólucro mais grosseiro. O Espírito conserva o segundo, que lhe constitui um corpo etéreo, invisível para nós no estado normal, porém que pode tornar-se acidentalmente ou não visível e mesmo tangível, como sucede no fenômeno das aparições.

A aparição que a religião católica tem como fato certo e consumado nada mais é do que um fenômeno de materialização. Assim como os Espíritos só materializam através do ectoplasma, eles se desmaterializam deixando o ectoplasma no plano material. O fluido vital é como se fosse o nosso combustível devemos levar uma vida dentro da normalidade, pois o organismo pode consumir fluido demais e adiantar a nossa desencarnação. Na própria Bíblia este fato está inserido na transfiguração de Jesus no Monte Tabor, quando Jesus conversa com os Espíritos materializados de Moisés e Elias. Estava na companhia do Mestre Pedro, João e Thiago que perguntaram a Jesus se haveria necessidade de armar mais duas barracas para os visitantes. O perispírito se libera do corpo carnal, após a estagnação biológica, é bom que se frise que todo ser vivo tem espírito e alma nada mais é do que o espírito encarnado. Somos nós seres humanos. Podemos citar algo em comum entre alma e Espírito. Alma e Espírito não fazem mais que um todo indissolúvel. É porque só a alma é inteligente, quer e sente. O invólucro é a sua parte material, o que vale dizer passiva: é a sede dos estados - conscenciais pretéritos, o armazém das lembranças, a retorta em que se processa a memória de fixação, e é nele que o espírito se abastece, quando necessita de cabedais intelectuais para raciocinar, imaginar, comparar e deduzir. É também receptáculo de imagens mentais, é nele que reside, finalmente, a memória orgânica e inconsciente. O espírito é a forma ativa, o perispírito a passiva, e ambas, em seus aspectos, nos representam todo o princípio pensante.

Se quiserem ter uma percepção mais abrangente leiam “O perispírito e suas modelações de Luiz Gonzaga Pinheiro”. Recomendo. Ainda hoje a maioria da população tem a idéia de um Deus antropormofisado, isto é, como se fosse um ser Hominal. Com cabelos e a barba grisalhos denunciam a idade, mas o corpo é forte e musculoso. Os traços da face transmitem a autoridade de quem não hesitará em agir sobre o mundo caso seja necessário. Para milhões ou bilhões de ocidentais, a pintura de Michelangelo no teto da capela Sistina, no Vaticano, é a síntese perfeita de Iavé, o Deus bíblico, aquele que “criou tudo em seis dias” e no sétimo tirou para descansar. Quem já viu o Deus Pai Todo Poderoso com tantas missões tirar um dia para descansar. Quem procede assim precisa estudar mais sobre religião. E pode passar como neófito em espiritualidade.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-ALOMERCE E AOUVIR/CE

Nenhum comentário:

Antonio Paiva Rodrigues

Minha foto
Fortaleza, Ceará, Brazil
Este blog tem por finalidade divulgar o jornalismo pelo Brasil e no mundo. Bem como assuntos doutrinários e espirituais.