TOP BLOG

TOP BLOG
Espiritismo Redivivo

terça-feira, 23 de junho de 2009

SAUDADES DOS MEUS PAIS

SAUDADES DOS MEUS PAIS


O sublime ato da procriação foi uma dádiva divina e não se robustece de pecado, visto que o sexo foi criado por Deus e colocou-o a disposição dos hominais e animais irracionais. Devido à desobediência da criação, macho e fêmea, ou seja, Adão e Eva, o Pai Maior disse aos dois “crescei e multiplicai-vos”. Era a primeira sentença matemática criado por Deus. O homem com seus dogmas e sua imperfeição acharam de apelidar o ato sexual de “pecado original”, se o pecado teve origem o “pecado genérico” deverá surgir nos finais dos dias, ou no decorrer deles. A vida hominal se reveste de grande aparato: “Nascimento, permanência no orbe e retorno ao mundo espiritual” de onde viemos e que muitos incrédulos apelidaram de morte.


Para os espíritas e os espiritistas ela não existe é apenas a troca da vestimenta carnal pela matéria sutil. A matéria carnal votará ao fluido cósmico ou fluido universal de onde veio. Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos dos sonhos que tivemos dos tantos risos e momentos que compartilhamos amor que dedicamos correspondidos ou não, a amizade sadia, as alegrias e tristezas, as vitórias e derrotas, enfim uma infinidade de ações que só os humanos podem desfrutar. Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim do companheirismo vivido e revivido, só que estes momentos aqui enunciados sofrerão a ação do tempo, visto que ao cumprirmos nossa missão terrena iremos nos encontrar do local de onde viemos, o mundo espiritual. O ser hominal sofre a separação por ser imperfeito e além do mais por ser possuído pelo extinto de conservação.


A evolução espiritual deve ser uma constância e um ato de amor. Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre? Com certeza elas continuarão com mais intensidade e carinho. Hoje não temos mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe nos e-mails trocados. Quem pensa desta natureza e com este perfil pode se considerar um ser humano derrotado. É certo que temos saudades dos entes queridos ausentes por um determinado tempo, mas com destino certo. Um mundo melhor, diríamos uma grande viagem. A saudade e o sentimento de perda de meu pai, de minha mãe, de meus irmãos, parentes, amigos é muito dolorosa e às vezes tristonha demais, mas existe o conforto divino, pois sem eles não conseguiríamos suportar esta ausência. Podemos nos telefonar conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passar, meses, anos até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo. Vejam como o pensamento do homem é tremendamente materialista e egoísta. Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas? Diremos que eram nossos amigos. E isso vai doer tanto! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida!


A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto. Reuniremos-nos para um último adeus de um amigo. E entre lágrima nos abraçaremos. Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado... E nos perderemos no tempo. Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades. Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores. Mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! (Vinícius de Moraes). Grande Vinicius de Moraes seu grande labor na Terra trouxe-lhe fama, mas na maioria das vezes a fama não se reveste de pontos positivos para a matéria e o Espírito.


Com certeza meu amigo onde quer que estejais, haverás de concordar comigo, pois a fama fez aumentar o seu orgulho e os amigos que compartilharam contigo esta fama, talvez tenha influenciado a sua vida e através da boêmia as tuas ações enfraqueceram seu corpo e teu Espírito não suportando tantas inserções deletérias achou por bem, através de o livre-arbítrio abandonar seu corpo já cansado e depauperado. O ser hominal tem o seu livre-arbítrio, o Espírito também tem o seu. Somos iguais em tudo com uma pequena diferença, visto que quem já está do outro lado já se despojou desta matéria grosseira que é a carne. Como o fone toca de lá para cá poderás através de um médium transmitir qualquer mensagem e quem sabe se o grande Francisco de Paula Cândido Xavier já fez em vida. Saudades continuarem ter pelo instinto de conservação, mas os laços não são desfeitos, pois o Espírito na erraticidade planeja uma nova encarnação e sua preferência é no meio familiar, a não ser que receba uma tarefa muito importante em prol do mundo em que vivemos.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-DA ALOMERCE E DA AOUVIR/CE

Nenhum comentário:

Antonio Paiva Rodrigues

Minha foto
Fortaleza, Ceará, Brazil
Este blog tem por finalidade divulgar o jornalismo pelo Brasil e no mundo. Bem como assuntos doutrinários e espirituais.