TOP BLOG

TOP BLOG
Espiritismo Redivivo

terça-feira, 23 de junho de 2009

METEMPSICOSE

METEMPSICOSE

O que poderíamos definir como metempsicose? Na expressão mais escorreita, poderemos dizer que é uma palavra que tem derivação grega metempswchosis, e do latim metempsychose, e encontra na filosofia seu significado mais específico. Doutrina segundo a qual, uma mesma alma pode animar sucessivamente corpos diversos, homens, animais ou vegetais; transmigração. A sinonímia de transmigração é aquela que está relacionada à transmissão do pensamento, que muitos chamam de telepatia. Os gregos de antanho pensavam assim, mas como o Espírito tem a função de evoluir e não de retrogradar esta definição ficou praticamente sem sentido, pois o homem dotado de inteligência, do livre-arbítrio e do instinto, jamais iria reencarnar na forma metempsicosiana. Seria uma distorção total do que se estudou e aprendeu nos dias atuais. Já pensaram na possibilidade de um Espírito Puro como Jesus Cristo ter vindo a Terra na forma de um animal irracional? Seria até um ato blasfêmico e inaceitável.


Em corpos diversos, animais e vegetais seria uma grande aberração. Mas, na realidade o povo da antiguidade pensava desta maneira. A palavra reencarnação é tão antiga que mesmo antes de Cristo, os egípcios, os gregos, os indianos, os chineses e outros povos admitiam. A palavra ressurreição só apareceu nos velhos e surrados concílios da Igreja Católica, muito tempo depois de Cristo, em Constantinopla. A palavra do reino quer dizer: “Os ensinamentos dados por Jesus para que os homens aprendessem a merecer o Reino dos Céus”. As palavras da Vida Eterna retêm contigo estas palavras, porque são santificadoras do espírito, na experiência de cada dia, e, sobretudo, o nosso seguro apoio mental nas horas difíceis das grandes renovações. Vejam o que o Panteísmo afirma: “O panteísmo, propriamente dito, considera o princípio universal da vida e de inteligência como constituído de Divindade. Deus é - concomitantemente Espírito e matéria; todos os seres, todos os corpos da Natureza compõem a Divindade, da qual são as moléculas e os elementos constitutivos.


Deus é o conjunto de todas as inteligências reunidas, cada indivíduo, sendo uma parte do todo, é Deus ele próprio; nenhum ser superior e independente rege o conjunto, o Universo é uma imensa república sem chefe, ou antes, onde cada qual é chefe com poder absoluto. Os senhores concordariam com este pensamento da doutrina panteísta? A filosofia diz que é a doutrina segundo a qual só Deus é real e o mundo é um conjunto de manifestações ou emanações, ao mesmo tempo define como doutrina segundo a qual só o mundo é real, sendo Deus a soma de tudo quanto existe. Os Espíritos são fragmentos de Deus e que a Ele se reintegram, neste caso não haveria a individualidade, pois todas as coisas seriam como partes da mesma Divindade.


Voltando a metempsicose poderíamos afirmar ser verdadeira, se indicasse a progressão da alma, passando de um estado inferior a outro superior, onde adquirisse desenvolvimento, que lhe transformasse a natureza. É, porém, falsa no sentido de transmigração direta da alma animal para o hominal e reciprocamente. Neste caso implicaria na total ideia de uma retrogradação, ou de fusão. Mas já se sabe que o Espírito evolui e não retrograda. A evolução do Espírito é concebida através das reencarnações sucessivas. A unidade de pensamento hominal é de bastante valia, visto que quando Jesus afirmava através de suas parábolas de que “Meu Pai e eu somos um”, “nada mais era do que figurativo, devido à finalidade da expressão ter o sentido de exprimir a unidade de pensamento que existia, pela afinidade fluídica, pelo amor, pela pureza, entre Deus e o Cristo”. Pode até parecer história sem pé e sem cabeça se afirmarmos que Cristo já existia em Espírito e ao encarnar na Terra teria recebido esta denominação. Mas é pura realidade. Os dicionários hoje dizem que a palavra Cristo como muitas outras deriva do latim Christu e do grego Christós, 'o que foi ungido'. Redentor, Messias.


Cristo, também era definido como a pedra angular que deveria vir. Se ele deveria vir já existia em Espírito e era tão evoluído que sempre estava acompanhado de uma plêiade muito grande de espíritos Superiores. Cristo é o sol espiritual de nossos destinos. Ao encarnar na Terra recebeu o nome de Jesus e como não existia o sobre nome os nascidos adotariam a cidade em que vieram ao mundo, Jesus de Nazaré. O nome Jesus quer dizer ou indica espanto, dor, surpresa, admiração. A metempsicose na opinião de nossos antepassados não passava de uma teoria que afirmava mediante a qual os Espíritos que se não mantiveram com equidade e nobreza na Terra a ela retornava como animais inferiores. As pesquisas são de enormes valores para os escritores, para alunos, acadêmicos, doutores, jornalistas e para todas as pessoas que querem adquirir conhecimentos e aquelas sedentas do saber ou sabedoria. Sempre existiu e continuará existindo, visto que o mundo é grande e a psicosfera do bem saber não tem tamanho nem dimensões, é infinita. É de bom alvitre que contamos com a ajuda amiga do livro Espiritismo de (A) a (Z) e do dicionário de Filosofia Espírita de L. Palhano JR, na qual agradecemos.


Metempsicose que é o assunto principal da nossa conversa é a Doutrina amiga da reencarnação que preconizava a transmigração da alma humana para os animais e dos animais para o homem, para não dizer vice-versa. Na doutrina moderna da reencarnação, os Espíritos rejeitam de maneira absoluta tal transmigração, porque ofende frontalmente ou vai de encontro à lei de evolução e do progresso, pois, uma vez que o Espírito avança em suas aquisições evolutivas, não mais retroage. Palingenesia palavra que vem do grego como muita daí a importância que a Grécia tem para a formação cultural do mundo. Do grego palingenesía, e do latim a posterióri palingenesia assumindo papel filosófico de eterno retorno e segundo Schopenhauer o renascimento sucessivo dos mesmos indivíduos. Já a reencarnação está ligada a todas as religiões antigas, cada qual com sua versão, a reencarnação vem a ser elevada à condição de Lei Universal pelo Espiritismo ou Doutrina Espírita, como condição sine qua non para a evolução de todos os seres viventes. Trata-se da doutrina da pluralidade das existências corpóreas, do renascimento, das muitas vidas corpóreas sucessivas que um Espírito necessita para aprender e aperfeiçoar-se, tanto na Terra como em outros planetas habitados do Universo. Pensem Nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-DA ALOMERCE E DA AOUVIR/CE

Um comentário:

Wagner Lopes disse...

Quais são as fontes utilizadas para a exposição de seu texto? O senhor poderia fornecer a referência bibliográfica?

Antonio Paiva Rodrigues

Minha foto
Fortaleza, Ceará, Brazil
Este blog tem por finalidade divulgar o jornalismo pelo Brasil e no mundo. Bem como assuntos doutrinários e espirituais.